Geralmente as pessoas se auto avaliam de duas formas com relação à disciplina: as que realmente conseguem  atingir seus objetivos e as que dizem que fazem. Isso quer dizer que nem todos que divulgam que emagrecem, malham ou estudam de fato o fazem!

Mas afinal, o que é disciplina? Os dicionários geralmente trazem um significado relacionado à obediência às regras, superiores, regulamentos, etc. Porém gosto muito mais do seguinte conceito: “É aceitar trocar um prazer imediato por um prazer futuro.”

Fez mais sentido para você também? Ser disciplinado significa trocar o prazer da sensação deliciosa e imediata que o brigadeiro traz pelo prazer futuro de ser mais saudável e ter emagrecido. É trocar o sentimento de prazer imediatista que a procrastinação nas redes sociais trazem pelo prazer futuro de ter concluído suas metas, ou ser o primeiro do seu time a ter realizado aquela tarefa difícil.

Em ambos os casos você sai ganhando, certo? Mas o disciplinado sabe que o prazer futuro é mais vantajoso, então consegue ser mais estratégico de quando vai pegar seu “prêmio”.

Beleza, e como consegui-la? Como conseguir trocar um prazer por outro? Uma analogia interessante sobre isso é entender que a disciplina funciona como um músculo. Isso quer dizer que quanto mais você treina, mais fortalece sua força de vontade. Bora malhar? BIRLLL!!

Comece pequeno, mas pense grande

Um erro bastante comum cometido por quem tenta ser mais disciplinado é querer sair do 8 para o 80, esquecendo que entre esses estágios existem 71 outros níveis! Se você nunca correu, não pense que conseguirá participar de uma corrida de 10 km! Para conseguir essa conquista é preciso muito treino, criando um hábito e ir escalando suas conquistas a pequenos passos.

Para ter disciplina, comece pequeno. Você obviamente deve pensar grande, olhando diretamente para seu objetivo final. Mas a primeira dica para conseguir a sonhada disciplina é começar a colher pequenas vitórias, com pequenas atitudes. Para conseguir malhar sempre, escolha uma única batalha a se vencer: acordar mais cedo, por exemplo. E se condicione a ir à academia logo depois. Ou para emagrecer, vença seu auto-controle não comendo aquela sobremesa depois do almoço… Pense no seu dia a dia: o que você consegue melhorar, minimamente e a curto prazo, mas que já vai te dar uma sensação de vitória?

Assim que conseguir obter essas conquistas, seu cérebro estará fortalecendo o “músculo da disciplina”. E assim você conseguirá ir obtendo resultados cadas vez maiores.

Domine sua dopamina!

Nossa sensação de satisfação é uma neuroquímica gerada pelo organismo na hora do prazer. Quando sentimos o chocolate na boca, nosso corpo produz uma micro carga de dopamina, o que muito nos agrada. E é viciante! Isso explica porque mesmo fazendo o que você PRECISA, inconscientemente você começa a querer outras doses daquele prazer: assistir à mais um episódio daquele ótimo seriado, jogar videogame, ligar para o crush, pegar uma colher de sorvete na geladeira… Essas vontades (quase necessidades!) atrapalham seu foco no prazer futuro.

O que precisamos fazer para mudar a chavinha da disciplina é comemorar agora quando conseguir abrir mão da dopamina presente por aquela futura. Entendeu a sacada? É se condicionar a comemorar pela vitória da decisão. Se conseguiu escovar os dentes sem ter comido a sobremesa, COMEMORE! Pode ser com pessoas próximas, gritando, marcando a quantidade de conquistas em post-its na parede, o que preferir… Isso faz com que o cérebro gere dopamina ao inverso. Você vai começar a associar o prazer pós-refeições a escovar os dentes, e não ao chocolate. Exercitando o músculo da disciplina!

Compartilhe seus objetivos

A dica mais funcional é encontrar e compartilhar metas com pessoas que também queiram o que você busca. Esse gatilho social é uma poderosa ferramenta de engajamento para seus objetivos! Quando você deixa de receber o prazer presente, inevitavelmente acaba se frustrando menos se outra pessoa está compartilhando essa “perda” com você. E melhor ainda, a dopamina planejada é mais intensificada se você recebe, verbalmente, um “parabéns” pelo colega que te viu vencendo cada pequena etapa. E com a sua retribuição para o mesmo resultado dele, ambos avançam juntos!


Imagina que bacana você criar um VUUP no IVUUP com suas metas para fortalecer sua disciplina e compartilhar com alguém para atingir os mesmos objetivos com você? Ambos se ajudam nos fracassos e compartilham as conquistas!

E você, em que deseja ser mais disciplinado? Ou de que forma já atingiu seus objetivos? Compartilhe, pois testemunhos ajudam a incentivar quem está querendo mudar!

Autor: Matheus Angelini V. de Oliveira